A cada aniversário uma nova revolução acontece em nossas vidas. O Sol retorna ao mesmo ponto em que se encontrava no dia do nosso nascimento e marca um período de renovação.

A Revolução Solar, também conhecida como Retorno Solar, é uma ferramenta de autoconhecimento que aponta as nossas potências para um período de doze meses, tendo como referencial a data do nascimento. Assim como celebramos o Réveillon, na virada de 31 de dezembro para 01 de janeiro, que dentro de várias culturas representa o ano novo coletivo, na Astrologia, temos o ano novo pessoal.

Seu cálculo é feito no exato momento em que o Sol passa pelo mesmo grau do zodíaco em que estava quando o indivíduo veio ao mundo. Assim, todo ano, no momento em que a Terra completa mais uma volta em torno do Sol, a partir do nascimento, inicia-se uma nova revolução.

Além dessa técnica astrológica, há também outras – progressões e trânsitos – que, combinadas, fecham esse pacote importante de previsões, nos apresentando o direcionamento do caminho de transformação e aprendizados de um determinado período. Portanto, o Retorno Solar é apenas um terço do panorama que vem pela frente.

Assista ao vídeo: Revolução Solar – As previsões para um novo ano


Curiosidades:

  • O cálculo do mapa da Revolução Solar pode não coincidir com o dia do aniversário, podendo cair um dia antes ou um dia depois ou na própria data.
  • A pessoa que nasceu no dia 29 de fevereiro não celebra o aniversário, só a cada quatro anos? Não! O mapa astral é calculado para o momento em que o Sol retorna ao mesmo grau que estava quando do nosso nascimento. Todos anos esse movimento acontece, seja ou não um ano bissexto. Logo, os nascidos em ano bissexto comemoram aniversário anualmente como todas as pessoas. Dessa forma, a Revolução Solar, a cada ano, poderá ocorrer no dia 28 ou no próprio dia 29 de fevereiro ou, ainda, no dia 1 de março.
  • A Terra leva trezentos e sessenta e cinco dias e seis horas para fazer uma volta completa em torno do Sol e essas seis horas não são contabilizadas diretamente. A correção é feita a cada quatro anos, o chamado ano bissexto, onde é acrescentando um dia no mês de fevereiro.
  • Devemos escolher o local onde passar o aniversário, com a perspectiva de mudar a Revolução Solar? Trata-se da mesma situação de quando uma pessoa escolhe a hora de nascimento de uma criança, na tentativa de buscar os melhores aspectos do mapa natal.

>> Se você tem interesse sobre o tema e se aprofundar na Astrologia, conheça o Curso: Sinastria e Revolução Solar

O importante é entender que a vida tem um fluxo próprio e natural. Não é possível ter controle de tudo. A arte de viver compreende a aceitação da impermanência da vida.

Mesmo porque, o deslocamento para um outro lugar no exato momento da Revolução Solar modificará somente uma pequena parte da estrutura que prevê as tendências do novo ano que está entrando. E, no final das contas, se deslocar para evitar os desafios, em algum momento, invariavelmente, o fluxo do destino se apresentará. Tudo isso faz parte da caminhada da vida, não há como fugir das experiências de crescimento.

A Revolução Solar não precisa ser calculada apenas à época do aniversário, ela pode ser realizada a qualquer momento específico que se queira saber. Por ser uma ferramenta de análise traz informações e a oportunidade de revisão de tudo aquilo que já foi vivido. Ajuda a perceber todas as forças dos astros atuantes no indivíduo, tendências, e alguns desafios. É como olhar pelo retrovisor para a paisagem que passou e planejar a nova rota rumo ao propósito e direção do caminho que se quer trilhar, aprendendo com todas superações e usando da melhor forma possível as energias ativas.

Uma boa sugestão aqui é aplicar ela aos projetos do ano, elaborando uma lista de tarefas para depois checar como foi a realização de tudo aquilo que nos comprometemos, dentro do fluxo de potenciais apontado pela Revolução Solar.

Para todos, o Retorno Solar marca um ritual de passagem, uma oportunidade de conexão com as novas energias que o fluxo da vida apresenta. A possibilidade de reavaliar os nossos objetivos, assim como a possibilidade fazer novas escolhas mais assertivas. Usar ao máximo as potencialidades de cada setor da vida.

Temos aqui um convite para renovar todo nosso poder de ação!

Assista ao vídeo: Revolução Solar