Data: De 19 de fevereiro a 20 de março

Planeta regente: Netuno

Elemento: Água

Qualidade: Mutável

Símbolo: Dois peixes

Último signo do Zodíaco, tudo em Peixes é um paradoxo. É onde os extremos se encontram e se tornam unidade, é o poder da intuição, do mistério e do sagrado. Representado por dois peixes que nadam em direções opostas, ligados por um cordão, Peixes simboliza a dualidade do universo e nos mostra que não precisa existir apenas “uma coisa ou outra” e sim “uma coisa e outra”. 

Podemos dizer que Peixes não é tão fácil de entender e também de explicar. Ele reúne um pouco de cada signo em si e representa os sonhos, a sensibilidade, a percepção do que está além do visível. Como um signo do elemento Água, a intensidade e sensibilidade fazem parte de sua constituição. Costumam ser pessoas observadoras e que cultivam uma certa aura de mistério, já que muitas vezes nem elas sabem expressar o que sentem ou definir sua personalidade. 

A mente fértil do pisciano é capaz de chegar nas regiões mais distantes, desvendando mistérios que intrigam a racionalidade humana. E no seu mundo de fantasia muitas vezes ele se refugia da dura realidade, por isso a fama de distraído. Toda essa sensibilidade e capacidade imaginativa, concederam a Peixes o lugar de detentor simbólico das buscas e experiências no campo espiritual. 

Regido por Netuno, senhor das águas, este signo tem uma facilidade tamanha em absorver tudo que está ao seu redor, sejam sentimentos ou energias. Essa característica faz com que sejam muito suscetíveis a oscilações de humor. Piscianos captam o que não é dito e revelam o que os olhos são incapazes de enxergar. No corpo humano rege os pés, a nossa base. 

Muitas vezes é tido como um signo calmo e doce, porém não devemos subestimar sua força nem considerá-lo totalmente passivo. Quando crê em algo, Peixes persegue seu sonho de forma obstinada, mesmo que ninguém acredite nele. Costumam ser dotados de um forte senso artístico e criativo. 

No oposto de Peixes, temos Virgem, signo de Terra, com os pés fincados no chão.  É importante que os piscianos aprendam a viver de forma mais realista e organizada como os virginianos, justamente para evitar desilusões e confusões no dia a dia. É válido também filtrar melhor o que absorve, para alcançar maior paz de espírito. 

ASCENDENTE EM PEIXES 

Se a vida é uma viagem, o Sol é o motorista e o ascendente é o carro que nos transporta,  nosso veículo de autoexpressão. É através dele que nos afirmamos no mundo e assim somos vistos pelos outros. 

O ascendente em Peixes representa um mar de sensibilidade, que pode aparentar ser muito pacífico na superfície, mas que esconde um universo vasto e movimentado em seu interior. O silêncio é a maior ferramenta de autoafirmação de uma pessoa com esse posicionamento no Mapa Astral, já que ela não se comunica apenas por palavras. Seus olhares e reações podem significar muito mais. 

São indivíduos profundos, fortemente intuitivos e se sentem muito intensos, guiados por seus sonhos e fantasias. Último signo do zodíaco, Peixes é impossível de definir como uma só característica e quem nasce sob este ascendente pode ter dificuldade em definir traços marcantes da personalidade – são muitas coisas ao mesmo tempo.  

LUA EM PEIXES 

O signo lunar fala do nosso lado emocional, de como lidamos com nossos sentimentos e o que toca nosso coração.  A Lua em Peixes simboliza a emoção que transborda, uma posição que revela indivíduos sonhadores e sensíveis, capazes de viver em um mundo de fantasia. 

São como esponjas que podem absorver as energias e emoções dos locais e das pessoas que convivem, por isso podem ter um forte poder de empatia. Por outro lado, essa absorção pode ser tóxica, emocionalmente falando, pois pode tornar tudo muito confuso, o que afeta o humor do indivíduo. A Lua em Peixes deve sempre filtrar o que sente e absorve. 

Costumam ser pessoas com um magnetismo incrível, devido a sua aura de mistério. Esse caráter enigmático dá a elas um charme todo especial. Deve cuidar para não projetar suas mágoas e ressentimentos em uma realidade atual, já que tem o hábito de fantasiar o passado. 

PEIXES NO AMOR 

Para Peixes, o amor é profundo, tido como algo até mesmo sagrado. Como um signo que nos fala sobre a dualidade, Peixes no amor é um universo de muito movimento. Sentem e vivem as emoções com muita intensidade, mas ao mesmo tempo também precisam do seu espaço e do seu próprio tempo. Respeitar esse momento e a necessidade de reclusão é primordial. 

São como as ondas do mar: podem estar calmas ou revoltas. Viver com piscianos é estar em contato com a densidade típica dos signos de Água. Gostam de fantasiar o relacionamento, fazer planos e projetos. Manter sonhos a serem alcançados faz o pisciano se sentir vivo em um relacionamento amoroso. 

Peixes habita o universo do inominável e nem sempre é fácil expressar em palavras seus sentimentos, por isso ele precisa sentir que pode contar com seu parceiro, mesmo no silêncio. 

POTÊNCIAS DE PEIXES  NO TRABALHO 

Criativo, sensível, intuitivo e sonhador: assim é o Sol em Peixes. No campo profissional, precisam se sentir realizados, seguindo também seus ideais e não visando apenas o lado financeiro. 

Costumam ser bons ouvintes e conseguem se colocar no lugar do outro com mais facilidade, devido a seu forte senso de empatia. Assim, profissões que envolvam contato com o público podem ser boas opções.

Com sua forte imaginação e criatividade, carreiras na área artística também podem representar uma fonte inesgotável de criação e prazer. 

Nosso signo solar é apenas um dos pilares que compõem nossa personalidade. Um Mapa Astral é composto por diversos outros signos, que se combinam com planetas e casas astrológicas, formando um ser humano único. Quer aprender mais sobre os outros onze signos do Zodíaco?

Faça sua MANDALA ASTROLÓGICA de forma gratuita aqui no site. E, se preferir, você também pode encomendar o seu MAPA ASTRAL DIGITALIZADO, com 20 páginas de conteúdo sobre você e para você, de forma exclusiva.