Entrar

Primeiramente, você já parou para pensar o que significa Quíron no Mapa Astral? Hoje, vamos falar mais sobre esse ponto. Nesta série de textos sobre especificações no Mapa Astral, já vimos o quanto somos influenciados pela energia dos planetas que compõem o sistema solar. Cada um com uma energia diferente. São eles que nos ajudam a viver em movimento, potencializando a realização da nossa personalidade, a nossa maneira de ser e atuar no mundo.

Na Astrologia, Sol e Lua representam a nossa força vital, enquanto os demais planetas complementam essas energias, cumprindo papel importante no nosso mapa astrológico. Além deles, também somos afetados pelo movimento de alguns pontos especiais, e um deles é Quíron.

Quíron é um corpo celeste localizado entre os planetas Urano e Saturno. Descoberto na década de 1970, ele ainda possui facetas misteriosas e, por isso, é alvo de muito estudo e observação dentro da astrologia.

Quer saber o que significa Quíron no Mapa Astral? Aqui, contamos tudo sobre ele!

Ainda não sabe onde está Quíron no seu mapa de nascimento? Faça seu Mapa Astral Grátis e receba a sua mandala personalizada.

Quíron

A ferida que nos leva além

Na mitologia grega, Quíron era um centauro, filho de Cronos e Filidra. Renegado pela mãe, foi criado por Apolo, de quem recebeu os conhecimentos da magia e a capacidade de prever o futuro. Metade homem, metade animal, era uma criatura sábia e gentil.

Um dia, ao avistar outro centauro ferido por uma flecha envenenada e tentar ajudá-lo, acabou se cortando na coxa e o veneno tomou seu corpo. Apesar da sua imortalidade, nunca conseguiu se curar da ferida, vivendo condenado ao sofrimento.

Conhecido como o padroeiro da medicina, aquele que, por meio da sua dor, conseguia curar a dor dos outros, Quíron representa o nosso processo de busca para acalmar o que nos aflige, a cura dos nossos males. Seu símbolo nos remete a uma chave, objeto que abre caminhos para acessarmos nossas dores mais profundas e, ao mesmo tempo, trazer alívio para elas.

Assista ao vídeo: Quíron – Qual é a sua dor que pode lhe curar

O que significa Quíron no Mapa Astral?

Quíron é um ponto fundamental a ser acolhido e compreendido no nosso mapa astral, pois nos dá informações sobre como lidamos com as nossas feridas da alma. É o machucado que não cura, mas que nos impulsiona a buscar remédio também para outros ferimentos.

A jornada de Quíron é de aceitação e evolução, da tomada de consciência sobre as dores que não nos matam mas que também não se curam.

É o sofrimento que nos liberta e muda a nossa percepção sobre as coisas, suavizando as feridas que nos incomodam. E isso só acontece através do autoconhecimento e responsabilidade. Precisamos entender as nossas necessidades, o que nos alimenta espiritualmente e intelectualmente. Além de entender como enfrentamos nossos medos e lidamos com situações desafiadoras.

A posição de Quíron no mapa indica onde podem ser expostas as nossas fragilidades, algo que nos traz algum desconforto. É a área da nossa vida que exige um pouco mais de cuidado. Assim, tal como um médico, ao mesmo tempo que ele nos indica onde existe a dor, automaticamente nos aponta formas para cuidá-la e curá-la.

Além disso, ao entrarmos em contato com as nossas dores, também conseguimos entender melhor a dor do outro, construindo uma via de mão dupla – ao tratarmos a ferida alheia, podemos, ao mesmo tempo, tratar também a nossa.

Outro ponto importante é que onde temos Quíron no mapa, possuímos talentos que muitas vezes nem conhecemos e que podem ajudar os outros. Portanto, sabendo a casa que ele ocupa e o signo com o qual se relaciona no nosso mapa de nascimento, descobriremos o caminho para suavizar as feridas e ainda aprenderemos a conviver melhor com algo que não podemos resolver.

O que significa Quíron nos signos?

  • Áries – O processo de construção da individualidade pode ser fonte de dor, pois tal conquista acaba por deixar marcas profundas que carecem de cuidado e consolo; a autossuficiência sadia, com olhar generoso e honesto para si mesmo, alivia essa dor.
  • Touro – A necessidade de ter e de viver com a garantia de que não lhe faltarão recursos e, sobretudo, o excesso de apego, acabam por inflamar a ferida; “botar a mão na massa” e materializar é o que alivia esse sofrimento.
  • Gêmeos – A dualidade, a divisão, a dúvida e os dilemas são as dores enfrentadas nesse encontro, seja no corpo, na mente ou no espírito; ter pessoas com quem possa dialogar livremente, bons estudos e amigos generosos ajudam a tratar essas feridas.
  • Câncer – A cura dos ferimentos produzidos pela vida está no esclarecimento das dores do passado, que tendem a vir à tona sempre que a pessoa estiver emocionalmente fragilizada; importante zelar pelas relações de afeto e acolher as experiências vividas são o bálsamo para essas dores.
  • Leão – O que inflama as cicatrizes está na ação do ego, que produz cicatrizes na autoestima e no magnetismo pessoal; ao mesmo tempo que as feridas consomem a paz, aliviam as dores provocadas por elas; a chave para o bem-estar está em saber reverenciar a autoconfiança como um mestre que ilumina a jornada e propicia e evolução.
  • Virgem – São pessoas sensíveis a críticas e, por isso, os maus resultados e a incerteza de produzir bem que se propõe a fazer são questões que podem agravar os traumas; a chave para aliviar as aflições está no discernimento capaz de distinguir as opiniões que servem das que não servem.
  • Libra – Relacionar-se é uma experiência que, ao mesmo tempo, abre cicatrizes que foram produzidas pelos conflitos amorosos e é capaz de tratar as dores decorrentes desses atritos; a cura para os aborrecimentos emocionais está justamente nas trocas que essas relações proporcionam.
  • Escorpião – Acessar o lugar da alma onde habitam os sentimentos mais intensos, misteriosos e igualmente sombrios é tarefa árdua, mas é o contato com suas feridas e cicatrizes interiores que a pessoa encontrará os bálsamos que levarão luz às cavernas escuras.
  • Sagitário – A dor é uma das mais eficazes ferramentas do trabalho de aprendizagem; é importante não cessar suas buscas pelo conhecimento, pois são elas que restauraram as forças quando a pessoa se sentir doente, ferida ou enfraquecida; o alimento intelectual é um poderoso medicamento para seus males.
  • Capricórnio – A ferida desse posicionamento é fruto dos desequilíbrios ocasionados pelas preocupações da pessoa com bons resultados, pelo excesso de compromissos assumidos por ela e pela pressão de suas ambições; é na jornada rumo ao topo da montanha, mesmo que dolorosa e desafiadora, que se restaura o bem-estar.
  • Aquário – Para quem nasceu com essa configuração, é muito árduo desfrutar do bem-estar pessoal diante das injustiças e do sofrimento alheio, pois as feridas sociais inflamam as suas próprias feridas; a maneira mais eficiente de remediar essas dores é ajudando e permitindo ser ajudado.
  • Peixes – A ferida é causada pelas angústias psíquicas da alma; é dentro de si mesma que a pessoa sente a dor, e é igualmente no seu interior que ela encontra os recursos capazes de trazer alívio para a saúde física e espiritual.

O que significa Quíron nas casas?

Casa 1

Destaca a experiência de um sofrimento adquirido no processo da construção do “eu” e sempre que a pessoa luta pela conquista de sua independência; o melhor bálsamo é o olhar generoso sobre as próprias feridas, praticando o autocuidado.

Casa 2

A dor está estreitamente associada com a materialidade, a segurança e a capacidade de produzir recursos financeiros suficientes para promover o bem-estar; fazer o que dá prazer é uma forma de se curar e a materialização dos seus desejos é o melhor recurso para se manter saudável.

Casa 3

A ferida abre e se inflama sempre que a pessoa estiver em desarmonia com situações relacionadas à inteligência, ao conhecimento e à vida social; manter-se aberto para conhecer o novo e saciar a curiosidade é o remédio que trata e alivia a dor.

Casa 4

A dor diz respeito às marcas deixadas pelo tempo e à relação da pessoa com sua ancestralidade e nas experiências familiares; a cura será encontrada na própria intimidade, com o apoio da família ou dos melhores amigos.

Casa 5

Inflama a ferida causada pela relação da pessoa com sua autoestima e suas paixões; para manter a saúde e o bem-estar, é imprescindível que ela dê importância à própria luz e reconheça seus talentos, seu brilho pessoal e autoconfiança.

Casa 6

O esforço de organização da rotina provoca as dores de quem nasce com essa posição; o bálsamo é encontrar formas sustentáveis de disciplina e organização, com o planejamento de rituais diários, diminuindo a ansiedade e o cansaço oriundos do ritmo desordenado.

Casa 7

Os desencontros e os conflitos de relacionamento são as experiências que mais trazem dores a essas pessoas; ao vivenciar sentimentos e sensações dolorosas junto aos parceiros, o remédio está em cultivar boas relações; relacionar-se é, ao mesmo tempo, um sofrimento e uma cura.

Casa 8

As feridas são causadas essencialmente pelas experiências marcadas por perdas, separações e a impotência diante do que foge ao alcance da pessoa resolver; o remédio que acalma o sofrimento é praticar o desapego, abrindo mão daquilo que precisa ir, e aceitar que tudo na vida tem um fim.

Casa 9

Quando a dedicação e o comprometimento com a conquista de um saber não resultam no entendimento desejado, a ferida que causa o sofrimento inflama; o bálsamo mais poderoso aqui é a união da pessoa com os mestres que iluminam seus caminhos e que são o antídoto para essa dor.

Casa 10

Essa posição faz vir à tona a dor sentida nos momentos de incerteza sobre o sucesso dos seus empreendimentos; o trabalho é o causador da dor, da mesma forma que é o consolo que acaba com o sofrimento; a chave da cura é se dedicar à realização dos planos de forma madura e pragmática.

Casa 11

As dores aumentam diante dos problemas que tocam a humanidade e também da má interação da pessoa com seu universo social; um bom remédio é ficar próximo de quem confia, investindo em conversas honestas, onde possa compartilhar com liberdade o que sente, e abrindo a mente e o coração para acolher novas perspectivas.

Casa 12

A dor que deve ser tratada nessa existência é psíquica, subjetiva e espiritual e, por isso, muitas vezes difícil de ser identificada; os grandes bálsamos são as práticas espirituais capazes de acalmar o que dói por dentro.

Assista também: Quíron e a Farmácia Pessoal

Dor e aprendizado

Quíron se dedicou a realizar diversas alquimias para encontrar medicamentos que pudessem aliviar a sua dor. Por essa razão, tornou-se o padroeiro da medicina, já que descobriu bálsamos eficientes capazes de curar os mais diversos males.

Assim, na alquimia entre o signo e a casa onde Quíron está no nosso mapa astral, abre-se o caminho para o bem-estar. São os aspectos que envolvem Quíron no Mapa que possibilitam a percepção dos desafios e as facilidades que nos levam ao aprendizado.

Agora que você já conhece a potência de Quíron, faça o seu Mapa Astral Completo para ler a interpretação de onde estão as suas dores e aprendizados.

Encomende o seu Mapa Astral Completo

E se você pudesse conhecer e compreender melhor as suas potências e desafios, podendo explorar seus talentos e desenvolver aspectos não tão fluentes da sua personalidade? O seu Mapa Astral traz tudo isso e muito mais...

Destaques do Blog

Ver todos