Entrar

Antes de tudo, é importante lembrar o quanto cada planeta do sistema solar pode influenciar o movimento das nossas vidas, cada um com uma energia diferente. São eles que nos ajudam a potencializar a realização da nossa personalidade, a nossa maneira de ser e atuar no mundo.

Na Astrologia, enquanto Sol e Lua representam a nossa força vital, os demais astros complementam essas energias e também cumprem papel importante no Mapa Astral. Agora, chegou a hora de olharmos para aquele que atua pela nossa expansão: Júpiter

Júpiter, o maior planeta do nosso sistema, foi chamado de “grande benéfico” pela astrologia tradicional. Quando visível no céu noturno, aparece como a luz mais brilhante e, por isso, sua posição no mapa de nascimento indica o caminho a seguir.

Quer saber em qual signo está Júpiter no seu Mapa Astral? Faça o seu Mapa Astral Grátis aqui.

Júpiter: O caminho das realizações

Na mitologia, Júpiter é reconhecido como o deus dos deuses, o pai dos homens e das divindades. Como deus do relâmpago, representa a inteligência e a verdade. Como deus do raio, está associado à justiça divina.

Para a Astrologia, como regente do signo de Sagitário, Júpiter é o pilar sobre o qual se apoia o direito à liberdade. Simboliza a justiça e as leis que amparam e legitimam os nossos direitos. Também está associado ao nosso sistema de crenças, nossos princípios de vida e valores morais.

Co-regente do signo de Peixes, Júpiter ainda nos fala do que vai além do palpável: nossa espiritualidade, filosofias, estudos superiores, o exercício da fé, o que nos alimenta a alma.

Júpiter no Mapa Astral

A posição de Júpiter no Mapa Astral indica em quais situações somos capazes de ver mais longe e expandir, onde nos sentimos seguros para levar adiante os nossos sonhos e o que nos leva a acreditar neles. Sinônimo de superlativos, é pela energia de Júpiter que traçamos a nossa jornada.

Temas tratados por Júpiter

  • entusiasmo
  • alegria e bom humor
  • determinação e obstinação
  • abundância e prosperidade
  • proteção e sorte
  • leis, ética e justiça
  • cultura
  • desenvolvimento e progresso
  • intolerância
  • dogmatismo

O signo em que Júpiter está mostra como lidamos com as normas e os princípios. São as características desse signo que nos orientam a manter firmes os nossos propósitos, auxiliando o progresso e as chances de sucesso na vida. Esse posicionamento também nos mostra soluções, principalmente quando nos sentimos perdidos.

Já a casa onde Júpiter se encontra no mapa revela a área da vida onde estamos sujeitos à sorte, ao progresso e à abundância. É nela que colhemos os bons frutos do que plantamos, mas também indica os excessos e o desperdício de energia. Vivemos nessas casas as experiências que irão, de fato, dignificar a nossa existência.

Vamos descobrir como a energia de Júpiter se manifesta no mapa astral?

Júpiter nos signos

  • Áries – espírito guerreiro e desejo de ser independente; autonomia, garra, coragem, capacidade de enfrentar os revezes da vida.
  • Touro – alta potência de trabalho, perseverança e paciência; suas crenças são concretas e raramente se deixam conduzir por sonhos ou ideias abstratas demais.
  • Gêmeos – suas crenças são flexíveis, acredita no diálogo e na liberdade de questionar as informações; sabe que a inteligência é o melhor meio para atingir seus objetivos.
  • Câncer – estrutura emocional conduzida com sabedoria e bom senso; sentimentos abrigados pela força do pensamento, orientando para uma direção segura.
  • Leão – magnetismo, brilho e capacidade de comando, mas com tendência ao excesso de confiança; seus ideais passam pela nobreza de espírito, dignidade e magnificência.
  • Virgem – simplicidade e praticidade são as linhas mestras para seus valores éticos e morais; seus ideais se apoiam sobre os alicerces do trabalho.
  • Libra – valoriza o encontro com o outro e as parcerias; suas crenças são flexíveis e adaptáveis; diplomacia, bom gosto e tolerância balizam o seu crescimento.
  • Escorpião – a bênção da regeneração, física, mental e espiritual; capacidade de conduzir com sabedoria e bom senso as situações difíceis da vida.
  • Sagitário – pensamento elevado, expansão da mente, êxito em empreitadas intelectuais; compromisso com a ética e o exercício da liberdade.
  • Capricórnio – disciplina e organização na elaboração dos seus princípios; valoriza a determinação, a paciência e a objetividade.
  • Aquário – inteligência criativa, capacidade de fazer amigos e de colaborar com o bem comum; a liberdade de expressão e o direito de ir e vir são seus principais valores.
  • Peixes – ideais estreitamente vinculadas às questões da alma, do psiquismo e da espiritualidade; princípios baseados na compaixão e no perdão.

Júpiter nas casas

  • Casa 1 – confia mais em si do que nos outros, mostra-se seguro dos seus objetivos; desejo constante de investir no desenvolvimento pessoal, alargando seus horizontes.
  • Casa 2 – acredita que sempre há meios para gerar recursos; fortemente motivado a realizar-se financeiramente.
  • Casa 3 – as ideias transbordam da sua mente; tende a ser bem-sucedido quando se dedica às pesquisas e aos estudos.
  • Casa 4 – tudo o que possa tocá-lo profundamente é sentido até o esgotamento; geralmente se vê intensamente envolvido em relacionamentos familiares.
  • Casa 5 – necessita estar apaixonado para se sentir bem; dificilmente deixa transparecer insegurança e gosta de ficar em evidência.
  • Casa 6 – extremamente exigente em relação ao trabalho; é bem comum que se sobrecarregue, acumulando tarefas desnecessárias.
  • Casa 7 – o relacionamento a dois é um passaporte para o progresso; prefere escolher parceiros fortes e bem-relacionados.
  • Casa 8 – está constantemente sujeito a mexer no que é preciso e fazer as mudanças que sente serem necessárias; seu crescimento está condicionado ao desapego.
  • Casa 9 – não há marcos de fronteiras geográficas, intelectuais, religiosas, étnicas ou sociais; motivado pelo desejo de explorar o que está além do universo conhecido.
  • Casa 10 – encara a realidade com confiança, o que facilita superar os revezes da vida; a obstinação é uma característica forte deste posicionamento.
  • Casa 11 – necessidade de sair para o mundo, ver gente, participar dos acontecimentos sociais; olhar amplo para a sociedade, estimulando as ações coletivas.
  • Casa 12 – muitas vezes se perde na vastidão dos próprios sentimentos; precisa de momentos de profundo recolhimento e afastamento para se fortalecer psiquicamente.

Assista ao vídeo: Júpiter – Um caminho a seguir

Expansão e proteção

Muito do simbolismo de Júpiter está ligado aos grandes mestres, que nos ensinam caminhos férteis e compartilham seu conhecimento superior. De certa forma, eles nos ajudam a criar um ambiente de proteção, estimulando nossa expansão e desenvolvimento.

Esses mestres podem estar representados de forma literal por professores ou tutores, pelos próprios astros, que sempre nos acompanham, também pelo nosso eu interior, nossa intuição, que tantas vezes nos aponta a direção a seguir.

Agora que você já conhece mais sobre a influência de Júpiter nas nossas vidas, que tal encomendar o seu Mapa Astral Digitalizado completo?

Encomende o seu Mapa Astral Completo

E se você pudesse conhecer e compreender melhor as suas potências e desafios, podendo explorar seus talentos e desenvolver aspectos não tão fluentes da sua personalidade? O seu Mapa Astral traz tudo isso e muito mais...

Destaques do Blog

Ver todos