Entrar

Autovalorização e prazer

O Mapa Astral é dividido em 12 signos e Casas Astrológicas, formando uma mandala de 360º. A localização dos signos pelas Casas é estabelecida de acordo com a data, o horário exato e local de nascimento de cada um.

Aqui, você encontra um pequeno roteiro para entender a dinâmica da Casa 2, sua relação com os valores, gostos para bens materiais, a forma como os conservamos e nos apegamos. Também entenderemos a forma como se dá a nossa relação com o dinheiro, tornando o viver mais confortável.

Ainda não sabe o signo que está na ponta da sua Casa 2? Gere o seu Mapa Astral Grátis aqui para descobrir.

Casas Astrológicas

As Casas Astrológicas representam as zonas de experiências de cada área da vida, é o cenário onde nossa história é contada. A forma como cada um vivencia determinada experiência é dita de acordo com a energia do signo e dos planetas localizados nela. Essas energias nos dirão a forma como reagimos aos mais diversos aspectos da vida, nossas potencialidades e os pontos que precisam ser aprimorados ao longo da nossa jornada.

Para saber mais, assista: O que as CASAS ASTROLÓGICAS dizem sobre mim?

Casa 2 na Astrologia

A Casa 2 está associada ao signo de Touro, elemento Terra, regido pelo planeta Vênus, simbolizando o valor das coisas, dos bens materiais e também aquele atribuído ao trabalho como forma de reconhecimento pelo que produzimos. Indica a nossa capacidade de gerar recursos, nosso sentido de valor e segurança.

Para traduzir melhor o que representa essa casa, listamos aqui alguns elementos:

  • Dinheiro
  • Posses
  • Trabalho
  • Bens materiais
  • Prazer

É na Casa 2 que aprendemos sobre nossos valores, gostos para bens materiais, a forma como os conservamos e nos apegamos. Também entendemos a forma como se dá a nossa relação com o dinheiro, tanto no sentido dos esforços empreendidos para obtê-lo como também para gastá-lo.

Buscamos estabilidade, conforto e segurança e, a forma como cada pessoa vivencia isso em sua vida, é delimitada pelo signo e pelos planetas localizados nela.

Sabendo quais energias estão disponíveis na Casa 2, a pessoa pode entender melhor seu comportamento nessa área e desenvolver seus potenciais para gerar recursos, reconhecimento e sucesso.

O prazer e o apego também são vivenciados nesta área do Mapa através das experiências pelas quais nos proporcionamos, o quanto estamos dispostos a abrir mão, compartilhar o que temos e também a nos aventurar em situações de maior instabilidade para promover as mudanças que desejamos na vida para nosso próprio bem-estar e desenvolvimento.

As noções de valores tanto do que produzimos quanto do que temos e desejamos é desenvolvida na Casa 2. Por isso, é importante sua análise quando o foco é a área profissional.

Assim como a Casa 6 e a Casa 10, já que pela sua avaliação podemos identificar como e por meio de quais atividades produzimos mais valor e percebemos do que gostamos e qual o caminho profissional para obter isso.

Encomende o seu Mapa Astral Completo

E se você pudesse conhecer e compreender melhor as suas potências e desafios, podendo explorar seus talentos e desenvolver aspectos não tão fluentes da sua personalidade? O seu Mapa Astral traz tudo isso e muito mais…
De R$353 por R$99,90

Os Planetas na Casa 2:

Sol na Casa 2:

Ter o Sol na Casa 2 é pautar a vida em torno da produção material. Isso significa que para essas pessoas é essencial se sentirem donas daquilo que é fruto de sua própria produção e ver sua essência reluzindo nisso. Se esforçam pela valorização financeira dos seus dons e há uma enorme capacidade produtiva. Deve haver um cuidado com o excesso de vaidade. Também há uma tendência a pessoa se exigir muito ou esperar um reconhecimento e valorização excessivos do seu trabalho. A vitalidade está diretamente ligada à capacidade produtiva e a necessidade de se sentir útil.

Lua na Casa 2:

A Lua na Casa 2 significa nascer com sensibilidade para lidar com a área financeira e os investimentos. Essa sensibilidade é fruto de memórias do seu passado familiar e da relação que sua família tinha com os recursos materiais e financeiros. Os nascidos com a Lua na Casa 2 podem sentir muita necessidade de segurança material se as memórias do passado forem mais traumáticas e não estiverem bem diluídas. Qualquer instabilidade emocional pode afetar a vida financeira de quem tem essa Lua no Mapa, podendo resultar em compulsões com gastos ou insatisfações materiais. A exploração do lado intuitivo, imaginativo e subjetivo no trabalho agrega muito valor.

Mercúrio na Casa 2:

Mercúrio na Casa 2 indica flexibilidade para lidar com o dinheiro e com a vida financeira. A organização se dá de forma ágil, sempre encontrando alternativas e soluções quando surgem desafios e há aptidão para ter mais de uma fonte de renda. O cuidado aqui é para não deixar a desorganização tomar conta, devido ao interesse por muitos assuntos A dúvida sobre como investir o dinheiro também pode existir de forma mais constante, por isso, é bom estar segura quanto aos gastos e investimentos que fizer.

Vênus na Casa 2:

Ter a Vênus na Casa 2 é saber reconhecer o valor dos próprios talentos, ter habilidade para produzir um trabalho bem-feito e agregar novidades no trabalho que darão novos frutos. A apreciação do conforto também é motivadora para a pessoa querer trabalhar mais. Para se envolver em uma relação, a pessoa nascida sob essa configuração precisa de garantias de estabilidade e se sentir valorizada.

Marte na Casa 2:

Marte na Casa 2 confere energia e coragem para lutar pela própria independência. A pessoa se afirma pela sua força de ação e capacidade de produzir seus recursos e independência financeira. Aqui também enfrentará suas principais batalhas, para que possa desenvolver seu espírito guerreiro e de liderança.

Júpiter na Casa 2:

Júpiter na Casa 2 trará conforto e abundância material. O investimento nos talentos e no trabalho podem conferir bênçãos na construção de uma estrutura financeira estável. Nesse sentido, o trabalho e os recursos advindos dele precisam estar ligados àquilo que faz sentido para a pessoa, ao seu propósito de vida e à sua ética. Aqui o importante é produzir dinheiro respeitando seus valores, princípios e filosofia de vida!

Saturno na Casa 2:

Com Saturno na Casa que trata das posses, do valor que damos às coisas materiais e ao dinheiro, a organização e o planejamento serão fundamentais. A vida coloca à prova os nascidos com essa posição no Mapa quanto a sua capacidade de se estruturar materialmente, para que aprendam o quanto é importante ter a noção dos limites sobre os gastos e até mesmo do próprio trabalho. Essa configuração no Mapa tanto coloca à prova, quanto dá estrutura para construção das finanças com solidez. Estabilidade material é fundamental para se sentir bem.

Urano na Casa 2:

Urano nessa Casa traz uma capacidade inovadora para lidar com essa área da vida, que por vezes é bem conservadora. O cuidado aqui são com as atitudes repentinas e a necessidade de obter recursos e mudanças de forma rápida que podem colocar em risco a situação financeira e material. O dinheiro e os bens materiais são encarados como fonte de liberdade e não de aprisionamento.

Netuno na Casa 2:

Netuno na Casa 2 traz intuição e sensibilidade para lidar com a organização financeira. Pode ser que aqui sejam criadas bastante expectativas fantasiosas quanto ao dinheiro, e que isso de alguma forma acabe por gerar frustrações ao lidar com a realidade.

Plutão na Casa 2:

Com Plutão na Casa 2 há uma tendência a não se apegar muito aos bens materiais e se perceber a todo momento revisando e renovando os valores. Isso pode gerar uma certa instabilidade na área financeira, já que está constantemente construindo e desconstruindo sua dinâmica financeira. Os medos relacionados ao sentimento de escassez devem ser trabalhados pela prática do desapego, porém, com cautela para não adotar, por outro lado, um padrão destrutivo e impulsivo que Plutão pode causar nessa área da vida.

Nodo Norte na Casa 2:

Essa configuração no Mapa Natal indica que deve-se resolver questões ligadas à descontinuidade das coisas, de não levar situações e relações adiante, e também se liberar de tudo o que está em excesso na vida e que não serve mais. O caminho de desenvolvimento pessoal, com o Nodo Norte na Casa 2, está em desenvolver a capacidade de dar valor ao momento presente e à estabilidade das relações, sejam elas materiais ou pessoais.

Roda da Fortuna na Casa 2:

Com a Roda da Fortuna na Casa 2, qualificar os talentos, capacidades e investir em algo que agregue valor às atividades são um facilitador de caminho. Deve-se sempre acreditar no potencial de ir mais longe.

Quíron na Casa 2:

Quíron na Casa 2 do Mapa aponta para ferida da materialidade e da estabilidade financeira. Com esse aspecto, pode ser muito difícil ter que lidar com as perdas materiais. É importante que a pessoa nascida com essa posição aprenda a se valorizar, a se cuidar, e dar valor ao que já tem. Muitas vezes buscamos bens na vida, acreditando que só quando o tivermos seremos plenos e felizes e esquecemos de dar valor ao jardim infinito que já temos e a nós mesmos.

Lilith na Casa 2:

Nessa configuração de Lilith é comum haver a repressão no acesso às próprias coisas. A pessoa tende a se sentir culpada por ter seus bens e adota atitudes de repressão dos seus talentos. É bom se despir desses pudores, se sentir livre para ter aquilo que quiser, que proporcione bem-estar e ter sua independência financeira. A sexualidade acontece com a experiência da materialidade, do corpo, e na exploração dos sentidos.

Assista também: Trabalho e Dinheiro na Astrologia

Os Signos na Casa 2:

Áries na Casa 2:

Com Áries na ponta da casa 2, a autonomia e independência para produzir e lidar com os recursos são fundamentais. A pessoa precisa agir por conta própria nesse sentido, de forma a construir autoconfiança e assim obter recursos. É preciso cautela e evitar atitudes impulsivas que podem causar riscos nesse setor da vida, já que esse signo tem uma energia ligada à maior possibilidade de viver perigosamente.

Touro na Casa 2:

Com Touro na Casa 2 há valorização dos bens materiais. A pessoa se mostra perseverante ao realizar o seu trabalho e gosta da recompensa material advinda do reconhecimento daquilo que produz. Por haver valorização da estabilidade e do conforto, não se arrisca em sua vida financeira, porém, se atrai por comprar coisas belas e que proporcionam prazer e bem-estar.

Gêmeos na Casa 2:

Gêmeos na ponta da casa 2 traz muita curiosidade em relação às finanças e possibilidades não só de como ganhar, mas também de cuidar do dinheiro. Os nascidos sob essa posição tem habilidade em negociar e precisam se sentir livres para usar seu dinheiro. Há também a possibilidade de terem mais de uma fonte de renda, mais de um trabalho.

Câncer na Casa 2:

Sensibilidade e intuição para lidar com o dinheiro é características dos cancerianos nascidos com essa configuração. Os bens materiais costumam ser herdados da família ou carregam em si uma simbologia de sua história, de sua raiz. As impressões familiares sobre a forma de lidar com os recursos influenciam muito essas pessoas, por isso é bom estarem resolvidos sobre as mágoas e ressentimentos nesse sentido.

Leão na Casa 2:

Coragem, ousadia e autoconfiança para produzir e agregar valor àquilo que é fruto da sua criação, com suas impressões pessoais. Os nativos de Leão na Casa 2 precisam de autonomia e independência para conquistar seus recursos por conta própria. Também por serem vaidosos, são muito críticos em relação ao trabalho e precisam ter um certo cuidado com os excessos de riscos na forma de usar e gastar o dinheiro.

Virgem na Casa 2:

Os nascidos com Virgem na casa 2 reconhecem a necessidade de serem analíticos, objetivos e organizados ao lidar com seus recursos e bens materiais. Veem a rotina e a simplicidade como forma uma via mais prática de produzir e poderem ser bem reconhecidos pelos esforços empreendidos no seu trabalho. Conseguir dinheiro através do esforço pelo próprio trabalho aumenta a autoestima dessas pessoas.

Libra na Casa 2:

Libra na casa 2 torna as parcerias verdadeiras aliadas para gerar recursos e ter seus esforços reconhecidos financeiramente. Se atraem pelo belo e assim, precisam ter cuidado com os gastos excessivos. Outro ponto é saber levar sua própria opinião e vontades em consideração ao resolver investir, para diminuir a dúvida e não só ficar atendendo as vontades dos outros.

Escorpião na Casa 2:

O desapego e o apego são colocados em confronto sob essa posição. Os escorpianos são intensos, pois tem familiaridade com a finitude das coisas. Assim, se arriscam e fazem uso do que pertencem pois sabem que um dia tudo acaba. É preciso desenvolver a percepção de preservação daquilo que possuem e conservar o dinheiro, pois nem sempre podemos confiar na possibilidade de destruição e construção de tudo. Os bens materiais aqui devem ser vistos como fonte de transformação.

Sagitário na Casa 2:

Sagitário expande não só as barreiras geográficas como também aquelas que não são visíveis, mas garantem um crescimento pessoal. Quando na ponta da Casa 2, sagitário traz expansão para essa área da vida, então o dinheiro, os bens materiais e os recursos são vistos como fonte de liberdade para que possam seguir seu destino de expansão e de caminho diante de um propósito que faça sentido e engrandeça a alma. Precisam gerar recursos seguindo seus preceitos éticos e princípios.

Capricórnio na Casa 2:

Planejamento, persistência e realização. O dinheiro é fruto das realizações das ambições dos que nascem com Capricórnio na Casa 2. Sempre estabelecendo novos objetivos a alcançar, o dinheiro chega como resultado dos esforços empreendidos, e também confere a estabilidade e segurança necessária para que essas pessoas possam estabelecer novos projetos de realização profissional. Há objetividade e praticidade em lidar com os bens materiais e as finanças.

Aquário na Casa 2:

Os bens materiais e o dinheiro são vistos como forma de libertação. Os aquarianos gostam de liberdade e são conhecidos também por não gostarem de depender de ninguém. Logo, vão buscar meios de se tornarem independentes financeiramente desde cedo para promover essa liberdade de que tanto precisam. Usam da racionalidade e do seu dom inventivo e visionário para lidar com o dinheiro e também para promover o bem da coletividade.

Peixes na Casa 2:

Ter Peixes na Casa 2 é fazer uso da sensibilidade, da imaginação e da intuição para lidar com a matéria, os bens materiais e as finanças. Os nascidos com essa posição no Mapa podem não se prender tanto ao mundo da matéria, no sentido de usá-la em prol da universalidade, para empregá-la de modo a fazer o bem a todos sem ficar preso somente às necessidades individuais.

A Casa 2, como visto, representa a segunda área de experiência do Mapa, onde aprendemos o sentido de posse, a importância de conservar aquilo que temos e sermos reconhecidos pelos nossos dons e talentos e a ter segurança financeira e material.

Agora que você já tem conhecimento sobre a Casa 2 e suas características, que tal descobrir mais sobre os outros posicionamentos do céu do seu nascimento?

Encomende o seu Mapa Astral Completo

E se você pudesse conhecer e compreender melhor as suas potências e desafios, podendo explorar seus talentos e desenvolver aspectos não tão fluentes da sua personalidade? O seu Mapa Astral traz tudo isso e muito mais...

Destaques do Blog

Ver todos