Lilith

Lilith é uma figura mitológica, com raízes no Antigo Testamento, reconhecida como “a primeira mulher de Adão”, ainda antes de Eva. Questionadora, ela reivindicava seus direitos e também o seu prazer, o que não era aceito por Adão, e, assim, foi expulsa do paraíso. Seu mito nos fala sobre a expressão do desejo feminino que não se submete, não abaixa a cabeça, e pode acabar pagando um preço alto como a solidão e o exílio.

Na astrologia, Lilith, a Lua Negra, é assim chamada por se tratar de um ponto virtual da órbita lunar, em que ela se encontra mais longe da Terra, ou seja, no exílio. É o apogeu lunar e, assim como a Lua, trata do campo das emoções e da força feminina. Em uma sociedade patriarcal como a nossa, onde durante muito tempo tudo o que representava o feminino era silenciado, é fundamental entender o que Lilith traduz e sua força.

Ela é símbolo de emoções e desejos que reprimimos e escondemos, muitas vezes de nós mesmos, devido ao risco de sermos julgados ou até banidos de nossos próprios paraísos particulares. Apesar disso, a posição da Lilith no nosso mapa de nascimento também nos fornece informações preciosas sobre a expressão desses desejos e sobre como ser fiel a eles.

Quer conhecer mais sobre Lilith? Confira o vídeo abaixo:

O PODER DE LILITH

Ao entendermos como Lilith atua em nosso mapa astral, principalmente nas dinâmicas de relacionamento, podemos descobrir quais são as questões e os valores sagrados dos quais não estamos dispostos a abrir mão e, nesse caso, preferimos nos retirar daquela situação para não abaixar a cabeça para o que de fato importa para nós. Ainda que se faça necessário acolher as necessidades do outro, a Lilith nos mostra o que é inadmissível a nosso ver, o que compromete nosso próprio poder. É um lugar que precisamos respeitar, para que não violemos aquilo que sustenta nossa verdade e nos mantêm erguidos.

Lilith representa em nós tudo aquilo que não manifestamos, mas está nas nossas profundezas, o que há de mais íntimo no ser. E sua ideia é justamente podermos libertar esses desejos e sermos livres na maneira de expressar as emoções mais profundas, nos recusando a fazer tudo o que vai contra nossa vontade, contra nossa essência.

A posição de Lilith indica a área da nossa vida onde não há negociação. Ali a nossa vontade prevalece, não nos submetemos, é onde é preciso ser fiel si próprio e não fazer o que o outro deseja só para agradá-lo.

LILITH NOS RELACIONAMENTOS

Lilith vem lembrar uma condição fundamental para que se possa viver um relacionamento saudável, que é ade não depender de alguém para ser feliz. O que levamos para a vida do outro e o que o outro nos traz é um acréscimo, um algo a mais, o prazer de viver junto. Assim, ninguém é responsável pela felicidade do outro – no momento em que a pessoa preenche a minha falta, posso acabar me submetendo ao que não desejo.

Desse modo, a Lilith fala da sexualidade livre. Ela reforça que não devemos nos sujeitar a nada que possa nos ferir, nos intimidar. Pode representar também um desejo reprimido, que quando liberado, mostra que o indivíduo está pronto a não se submeter e então, se entregar completamente.

Entenda mais sobre a Sexualidade na Astrologia. Assista ao vídeo abaixo.

ASPECTOS HARMÔNICOS DE LILITH EM UM MAPA ASTRAL

  • Independência
  • Respeito aos próprios desejos
  • Autoconfiança

ASPECTOS DESAFIADORES DE LILITH EM UM MAPA ASTRAL

  • Desejos reprimidos
  • Sentimento de rejeição
  • Ciúme exacerbado

Você já sabe como Lilith atua em seu Mapa Astral? Para descobrir, basta ter em mãos as informações de seu nascimento, com dia, horário e local e encomendar o seu Mapa Astral.