signos-de-agua

Onde as nossas emoções acontecem

Desde a antiguidade, a Astrologia utiliza os quatro elementos – Fogo, Terra, Ar e Água – como uma das formas de classificar e dividir as energias do zodíaco. Assim, os signos estão agrupados por suas características semelhantes, de acordo com as qualidades de cada elemento.

Aos signos de Água, associa-se a sensibilidade e tudo o que nos devolve à ancestralidade, aos tempos perdidos no passado e que marcam a alma no presente. No mapa astral, este é o elemento que nos conecta às profundezas do nosso ser, simboliza as nossas emoções e representa a intuição, a inspiração e a fantasia.

A água é a essência da vida, a natureza primitiva da existência humana. E para você compreender melhor as características dos signos de Água, como elas se manifestam e o quanto podemos extrair de força e poder dessa energia, é só seguir o que preparamos nas próximas linhas.

Assista: O elemento Água – Nossa dimensão emocional


Signos de Água: características e manifestações

Profundo, sensível e denso, o elemento Água provoca uma necessidade irresistível de penetrar nos misteriosos labirintos da alma. A água simboliza a fecundidade, a fertilidade, a transformação, a purificação, a força e a limpeza. Na sua essência, ela envolve um universo oculto. A água e a via se confundem como um único ser.

E os signos que reúnem essas características são Câncer, Escorpião e Peixes.

Nativos com signo solar ou uma grande quantidade desse elemento no mapa astral costumam ser pessoas de sensibilidade bastante aflorada, com tendência a serem extremamente criativas e cativantes.

Empáticas e sonhadoras, à semelhança da própria água, são capazes de se infiltrar em qualquer cantinho e, pela facilidade de absorver as energias do ambiente ao seu redor, estão muito suscetíveis as oscilações de temperamento.

Apesar de serem guiadas pelos sentimentos e emoções, vale destacar que as características típicas do elemento Água se manifestam de formas diferentes em cada signo. Vamos conferir:

O signo de Câncer é marcado pela afetividade e o acolhimento. Regido pela Lua, tem a ver com a arte de cuidar e ser cuidado. Simboliza o lar, os laços afetivos e familiares, a nutrição e o abrigo, além de falar das memórias, das raízes e do nosso passado. Está intimamente ligado à necessidade dos humanos de se sentirem protegidos e amparados.

Já no signo de Escorpião, encontramos o poder do renascimento e da transformação. É o signo do desapego, da renovação, do encerramento de ciclos para o nascimento de novos. Seu regente é Plutão, o senhor das profundezas e dos mistérios, de onde se revela a potência da regeneração.

O signo de Peixes fala da subjetividade e da fantasia. Último signo do zodíaco, regido por Netuno, é o guardião do cosmos e do caos, símbolo das forças invisíveis, da intuição aguçada, do turbilhão de emoções. Peixes é um radar que capta o intangível e está muito relacionado à espiritualidade.

Encomende o seu Mapa Astral Completo

E se você pudesse conhecer e compreender melhor as suas potências e desafios, podendo explorar seus talentos e desenvolver aspectos não tão fluentes da sua personalidade? O seu Mapa Astral traz tudo isso e muito mais…
De R$353 por R$99,90


Aspectos positivos e desafiadores

A subjetividade, os movimentos de interiorização e a realidade revestida de significado psíquico são algumas das expressões desse elemento enigmático e de difícil compreensão.

Todos nós recebemos a influência dos signos de Água em nosso mapa e é nas áreas onde eles estão que relativizamos os fatos e estamos sujeitos à correnteza da emoção.

O elemento Água está associado ao livre trânsito pelo universo da imaginação. Moldável e sensível, intenso e emotivo, envolvente e contemplativo, ele nos coloca em contato direto com a solidão da alma, onde moram a nossa riqueza e o caos interior. Essa viagem pode ser dolorosa e angustiante, normalmente temida, mas necessária para o nosso autodesenvolvimento e aprimoramento.

Pessoas com posições fortes nesse elemento tendem a captar o clima e as energias do ambiente. São como esponjas que absorvem e limpam, mas também se intoxicam. Por outro lado, são capazes de acolher quem sofre, dissolvendo a aflição e oferecendo conforto e calor emocionais.

O silêncio é um aspecto desafiador aqui, pois pode atuar tanto como um provedor de profunda paz para alguns, quanto como uma experiência aterrorizadora para outros. E é somente no contato interior que nos preparamos para lidar com esses sentimentos.

Saiba mais: As potências do elemento água no trabalho


Excesso do elemento água no mapa astral

Quem possui excesso do elemento Água no mapa astral tende a viver submetido às flutuações emocionais e costuma vivenciar grandes distorções da realidade pois vivem no mundo da fantasia e imaginação. Por viverem as emoções “à flor da pele”, a instabilidade de humor pode ser uma constante para essas pessoas.

Além disso, deixam-se influenciar demais pelo que ocorre à sua volta e absorvem facilmente as energias do ambiente onde estiverem. Podem se tornar vítimas de tudo e também podem manipular os sentimentos, sejam os próprios ou os de outros. A imaginação predomina e, por consequência, os medos também aumentam de forma significativa.

Para equilibrar esse excesso do elemento água, as dicas são:

  • Aprender a aceitar melhor a realidade, principalmente quando contrariam as expectativas e imaginação;
  • Organizar-se, cultivar a disciplina;
  • Fazer trabalhos manuais, repetitivos;
  • Contato com a terra.

Falta do elemento água no mapa astral

Para os que têm a falta desse elemento, a grande dificuldade é entrar em contato com os próprios sentimentos e lidar com os sentimentos dos demais. Também são pessoas que sofrem com a carência e a fragilidade emocional, problemas que tendem a somatizar facilmente, gerando conflitos psicológicos e até mesmo físicos.

A dificuldade em expressar os sentimentos leva essas pessoas a inibir o contato mais íntimo com os outros ou a desconfiar daqueles que se abrem com maior facilidade. Pode haver ainda uma atitude de interiorização excessiva e de falta de coragem para correr riscos emocionais.

Para equilibrar a falta do elemento água, as dicas são:

  • Contato com as artes.
  • Praticar alguma atividade artística ou criativa,
  • O uso da imaginação para entrar em contato e expressar o íntimo do ser, auxilia consideravelmente no equilíbrio do elemento.

Elementos complementares: a dinâmica entre água e terra

Como vimos, a Água fala da nossa dimensão emocional, da forma como sentimos e lidamos com as emoções. Mas, na dinâmica energética, esse elemento deve estar em equilíbrio à Terra, que fala da nossa percepção física do mundo.

Se em Água experienciamos a nossa intuição e sensibilidade, em Terra, as experiências acontecem através dos cinco sentidos. É o nosso contato com a materialidade dos objetos, com o visível. São como luz e sombra um do outro.

Ao mesmo tempo que sonhamos, idealizamos ou desejamos algo, é necessário empregarmos esforços na intenção de realizar esses objetivos. São energias complementares.

Enquanto Água é sensível, idealizador e intuitivo, Terra é o mundo da consciência, da forma e da ocupação do espaço.

Leia também: Elemento Água – como se relacionar com alguém desse elemento

A água é a alma da realidade

Três quartos da Terra são cobertos pela água e o homem se desenvolve ao longo da gestação envolto no líquido amniótico.

Por fim, nos signos de Água estão as referências da nossa sensibilidade e como somos afetados por ela. São experiências cujo significado a mente objetiva não é capaz de alcançar ou reproduzir.

Quer saber onde estão os signos de água no seu mapa astral e aproveitar melhor essa energia na sua vida? Faça seu Mapa Astral Grátis e receba a sua mandala astrológica e a interpretação do seu signo solar e ascendente.

Encomende o seu Mapa Astral Completo

E se você pudesse conhecer e compreender melhor as suas potências e desafios, podendo explorar seus talentos e desenvolver aspectos não tão fluentes da sua personalidade? O seu Mapa Astral traz tudo isso e muito mais…

Destaques do Blog

Ver todos