A casa 8 na Astrologia

Considerada um pouco polêmica, a Casa 8 simboliza a transitoriedade da vida e das coisas. Ela representa o encerramento de ciclos, nosso poder de transformação, de regeneração, de renascer das cinzas. Muitas vezes, os assuntos que se encontram neste setor do Mapa Astral não são tão bem recebidos pelas pessoas. Podem ser considerados tabus, aqueles temas que preferimos deixar debaixo do tapete. Porém, para crescermos e curarmos nossas feridas, precisamos justamente trazer essas questões delicadas à tona e encará-las.

A Casa 8 do seu mapa astral indica como você lida com experiências como perdas, mudanças, habilidades ocultas, sexualidade e transformações ao longo da vida. Quer saber mais?

A Casa 8 é análoga ao signo de Escorpião, do elemento Água e regida por Marte e Plutão. Ela nos fala da finitude das coisas. Sob a perspectiva de recursos materiais, ela também se refere aos investimentos, especulações financeiras e recursos como heranças, aposentadorias. Justamente por essa combinação, é natural que as separações e seus desdobramentos também façam parte da oitava casa, afinal são situações que representam o fim de um ciclo, a divisão do patrimônio e dos bens comuns. 

Apesar de ser uma casa que lida com um conteúdo mais denso, com o lado sombrio e oculto das coisas e muitas vezes com questões dolorosas, a Casa 8 não deve ser vista como maléfica. Ela pode nos trazer boas oportunidades para nos livrarmos do que não nos serve mais e assim começarmos uma vida nova. Na oitava casa enfrentamos perdas, vivemos o luto, mas nela também reunimos forças para recomeçar. Podemos nos aprofundar e enfrentar nossos medos, nossas vergonhas, nossa raiva e assim trilhar um caminho de expansão do nosso ser. 

Quer saber mais sobre as Casas Astrológicas? Confira o vídeo abaixo em nosso canal no Youtube:

Principais temas da Casa 8 

Além da morte, outro assunto tabu presente na Casa 8 é o sexo. E aqui não falamos do sexo como um simples ato reprodutor, para gerar filhos. A experiência sexual representada na oitava casa é justamente a da troca de energias, a entrega profunda que buscamos naquele momento, onde até nos permitimos morrer, mesmo que brevemente. É o desejo sexual, o que nos mantém vivos e isso, muitas vezes, é algo que não encaramos de frente ou tratamos como um assunto proibido até para nós mesmos. 

O conteúdo da Casa 8, signo, planeta, regente e aspectos ali presentes, indica como cada indivíduo lida com experiências como perdas, mudanças, habilidades ocultas, sexualidade e transformações ao longo da vida. É na Casa 8 que nos resguardamos, juntamos nossas forças, curamos nossas feridas, para renascer. Por isso é um setor muito especial e poderoso no Mapa de qualquer pessoa, que não deve ser visto como negativo e sim como um local onde podemos nos recuperar para recomeçar.  

Planetas e a Casa 8

Sol na Casa 8:

É um posicionamento que faz com que o indivíduo tenha uma maior intuição e sensibilidade para ler nas entrelinhas. Costumam ser pessoas que sabem lidar melhor com situações de crise. 

Lua na Casa 8:

Aqui, a intensidade e profundidade nos relacionamentos é uma forma de buscar a segurança emocional. O indivíduo tende a gostar de se aprofundar em assuntos como sexo e outros tabus.  

Mercúrio na Casa 8:

Esse aspecto pode facilitar com que o indivíduo fale com segurança sobre assuntos considerados espinhosos. Tendem a ser estrategistas, com uma mente analítica e observadora, o que pode estimular bons negócios.  

Marte na Casa 8:

Esse indivíduo pode ser muito motivado por mudanças, sentindo-se especialmente vivo quando enfrenta uma nova oportunidade na vida, um novo empreendimento. Porém é preciso reconhecer seus limites para não esgotar as forças.  

Vênus na Casa 8:

Pode ser um posicionamento favorável para os negócios, onde o indivíduo tem uma boa noção de bons investimentos e negociações. Aqui, questões ligadas à sexualidade podem ser bem afloradas e intensas. 

Júpiter na Casa 8:

Esses nativos tendem a ter muita curiosidade sobre temas como a vida e a morte e questões filosóficas da existência humana. É um posicionamento que pode estimular bons contatos e conexões com as pessoas, sendo benéfico para os negócios. 

Saturno na Casa 8:

Aqui, pode existir uma certa resistência a mudanças e ao novo. Muitas vezes é o medo que paralisa este indivíduo, por isso ele prefere conhecer o terreno antes de se jogar em uma situação, comportamento que vale também para os relacionamentos.   

Urano na Casa 8:

Nativos com este posicionamento podem ter uma maior sensibilidade e interesse para lidar com assuntos considerados ocultos, misteriosos. Costumam ser pragmáticos e assertivos, lidando de forma mais firme com situações de crise. 

Netuno na Casa 8:

Podem se sentir mais atraídos por temas profundos da vida, desenvolvendo muitas vezes um lado sensitivo aguçado. Tendem a idealizar suas relações sexuais e parceiros. 

Plutão na Casa 8:

Costumam ser pessoas com uma maior facilidade de regeneração. Isso não quer dizer que não sofram, mas são indivíduos que lutam contra o estado de estagnação. As mudanças o encorajam e lhe dão mais energia. 

Quer saber mais como as Casas Astrológicas influenciam a sua vida? A análise completa do Mapa Astral traz informações sobre sua personalidade, possibilidades e desafios e é uma ferramenta que vai fazer você refletir sobre suas decisões e escolhas ao longo da vida.