quíron-na-astrologia

Cada pessoa em particular apresenta um ponto fraco, que popularmente chamamos de “calcanhar de Aquiles”.

Um ponto de dor que nos acompanha ao longo da vida e que, volta e meia, é ativado por situações cotidianas e nos incomoda a ponto de buscarmos os “remédios” para amenizá-lo.

Não só as dores físicas como também as dores emocionais e até as espirituais nos abalam. Independente do tipo de dor, elas são sempre incômodas.

Quíron é um asteróide que foi descoberto em 1977, por isso ainda é alvo de muitos estudos e pesquisas sobre sua interpretação e sua simbologia na Astrologia.

Nas observações sobre esse ponto no Mapa Astral, chegou-se à conclusão de que ele é como um médico e, ao mesmo tempo, um professor.

No Mapa Astral ele representa uma ferida com a qual precisamos lidar, pois, se não olharmos para ela, perderemos energia tamanho o desgaste que ela gera.

Ganhou o apelido de Curandeiro pois, no mito de Quíron, ele aprendeu a cura para diversas doenças na busca incansável por aliviar a sua dor.

No Mapa Astral, onde temos Quíron, buscamos conhecimento e ferramentas para aprender a amenizar a dor e também formas de adquirir mais vitalidade.

Assista: Quíron – Qual é a sua dor que pode lhe curar

O Mito de Quíron

Na mitologia grega, a história de Quíron tem uma associação com o mito de Sagitário.
Fílira e Chronos são amantes.

Após serem pegos em flagrante pelo marido de Fílira ela é abandonada por Chronos e acaba então gestando um ser chamado Quíron, que é metade cavalo e metade homem.

Envergonhada, Fílira abandona Quíron em um lugar onde também costumam ficar os mestres e pesquisadores e lá ele é iniciado por essas pessoas em diversos saberes.

Quíron torna-se muito próximo de Apollo, que tem flechas com veneno nas pontas. Já Apollo era muito próximo aos centauros e, um dia, em uma de suas lutas contra os centauros, acaba flechando a coxa de Quíron sem querer.

Por ser filho de um Deus, ele era imortal e o veneno não o matava. Em contrapartida, a dor que o ferimento causava era insuportável.

Iniciado em medicina, ele passou a pesquisar entre ervas e unguentos e acabou descobrindo a cura para diversas doenças, e também uma forma de amenizar sua dor. Por essa razão, ele é um dos pais da medicina.

Cada pessoa tem em seu Mapa Astral o Quíron em um signo e numa determinada Casa Astrológica e os assuntos relacionados a esse signo e a essa Casa estão relacionados a alguma coisa que nos dói.

Quer saber em qual casa e signo está Quíron no seu Mapa Astral? É só gerar a sua mandala astrológica grátis agora.

Quíron nas Casas Astrológicas:

Quíron na Casa 1:

A ferida tem origem na infância, nos desafios para a construção do EU e para afirmar uma expressão no mundo de acordo com sua autonomia e vontade.

O indicado para quem tem essa posição no Mapa é cuidar da individualidade, praticar exercícios que desenvolvam a sua autoconfiança e se desafiar em atividades que exijam sua independência.

Quíron na Casa 2:

Quando localizado na Casa 2, a ferida de Quíron está relacionada à estabilidade material e ao apego. A pessoa deve aprender a lidar com seus bens, com sua insegurança e até mesmo com o consumo de uma forma menos estressante.

Práticas que permitam honrar o seu próprio valor e também reconhecer o valor existente naquilo que se produz vão garantir maior segurança e prazer na sua vida.

A organização financeira também vai proporcionar a estabilidade e o conforto desejado nesse setor da vida.

Quíron na Casa 3:

A ferida de quem tem Quíron na Casa 3 está relacionada à comunicação, ao aprendizado e à socialização. A pessoa pode ter sofrido traumas na sua infância e no seu processo de socialização que tornam a comunicação e até o aprendizado um desafio na sua vida.

Estudar, estar sempre aberto a novos conhecimentos, questionar e socializar são justamente o remédio para quem tem essa posição no Mapa Natal.

Quíron na Casa 4:

Quíron na Casa 4 é uma ferida relacionada aos assuntos não resolvidos da nossa história, da infância, das relações familiares e que nos fazem vivenciar sentimentos de rejeição e dor.

A cura está diretamente associada à volta ao passado e ao enfrentamento das dores oriundas dessas relações que nos fazem passar por situações repetitivas na vida.

Terapias, conversas familiares, a volta ao lar e atividades lúdicas que remetam à infância são a chave para a cura dessa dor.

Quíron na Casa 5:

Há dor e sofrimento para tudo aquilo que é relacionado à autoconfiança e ao poder criativo. A pessoa não se sente segura de si, há muita insegurança para se expressar e para confiar que tem algo de bom e original para entregar ao mundo.

O importante aqui é fazer práticas terapêuticas onde possa trabalhar sua autoestima e também incluir no dia a dia hobbies nos quais sua criatividade e originalidade sejam exercitadas.

Se arrumar e se abrir para os prazeres da vida também são uma ótima ajuda para quem tem Quíron nessa posição.

Quíron na Casa 6:

Quem tem Quíron na Casa 6 sofre com a falta de uma rotina organizada. Para essas pessoas é difícil estabelecer uma rotina equilibrada onde possa conciliar práticas saudáveis de bem-estar e o trabalho.

Importante investir em agendas onde possa organizar sua rotina e suas tarefas e cumpri-las. Aprender a cuidar de si, excluir tarefas em excesso e priorizar o que realmente é importante sem se levar à exaustão são práticas que vão aliviar a dor de quem tem Quíron nessa posição.

Quíron na Casa 7:

A dor que é fruto de se relacionar, se decepcionar, frustrar, enxergar as próprias sombras no outro.

Manter um relacionamento com equilíbrio, preservando a identidade e sem a criação de laços de dependência é um desafio nessa posição.

Curar as feridas e traumas dos relacionamentos anteriores e também as inseguranças pode garantir a criação de novas relações sem dependência e com mais equilíbrio.

Quíron na Casa 8:

Quíron na Casa 8 indica a dor das separações, perdas e das grandes mágoas e traições que marcaram a vida da pessoa que tem essa posição no Mapa ao longo da vida.

A ferida dói justamente pelo fato da pessoa não desapegar desses sentimentos e viver constantemente se mutilando por elas, como se estivesse presa no passado.

Tratar essas dores e os ressentimentos e raivas deixados por elas é o caminho para desapegar, transformar e se regenerar a partir dessas experiências.

Quíron na Casa 9:

Quíron na Casa 9 representa a dor do aprendizado, da expansão de horizontes e do conhecimento.

A pessoa que tem essa posição no seu Mapa Natal tende a sofrer ao ter dificuldade para entender determinados assuntos e também para escolher um caminho de expansão que ressoe com a sua verdade.

Pode ter sofrido desilusões com crenças e mestres quem eram seus referenciais.

Porém, os remédios para essa dor são a insistência e o investimento em estudos, viagens e práticas espirituais, e também o seguimento das orientações dos mestres que encontra ao longo do caminho.

Quíron na Casa 10:

Quíron na Casa 10 pode fazer com que a ferida esteja relacionada ao sucesso e ao esforço para atingir uma ambição profissional.

A pessoa tem dimensão do quanto é preciso batalhar para atingir uma meta, e pode sentir medo de não conseguir alcançá-la.

É preciso ganhar consciência de que é justamente nessa caminhada para alcançar a meta e no exercício da paciência para lidar com o tempo que as coisas levam para acontecer que está o remédio para o alívio dessa dor.

Quíron na Casa 11:

A ferida da socialização, da construção de relações de amizade e a dor com as mazelas do mundo são as causadoras de sofrimento para quem tem Quíron na Casa 11.

A pessoa tende a se sentir amedrontada pela possibilidade de ser rejeitada nos meios sociais e de amizade.

É justamente no investimento nas relações de amizade e na vida social que essa dor começa a aliviar.

Preservar a individualidade e estar seguro de si garantem relações saudáveis e sem medo de rejeição. O investimento em trabalhos sociais também é uma fonte de cura.

Quíron na Casa 12:

Quíron na Casa 12 do Mapa indica que há uma ferida psíquica e espiritual.

A pessoa sente uma dor profunda, com origem emocional e para a qual não sabe dar nome.

Nesse caso, o alívio para essa dor se encontra justamente no movimento que se deve fazer para entrar em contato com elas, seja com a psicoterapia ou com um trabalho espiritual.

Assista também: Espiritualidade na Astrologia

Quíron nos signos:

Quíron em Áries:

A ferida da individualidade. O que causa dor aqui é a falta de coragem e independência que impede a pessoa de ter atitudes e decisões de acordo com a sua própria vontade.

A dor de quem tem essa posição no Mapa pode ser superada com a disponibilidade da própria pessoa a se colocar em situações de desafio que vão exigir dela esse tipo de atitude.

Esportes que envolvam algum tipo de competição são indicados para quem tem Quíron em Áries.

Quíron em Touro:

As dores de quem tem Quíron em Touro no Mapa estão relacionadas às questões de materialidade, estabilidade, segurança, apego e ao retorno material do trabalho.

É como se a pessoa sentisse que o reconhecimento que recebe nunca está à altura do que entrega com o seu trabalho. Precisa sempre de uma garantia para tudo aquilo que faz.

Quem tem Quíron em Touro consegue amenizar essa dor através da realização do trabalho e da superação dos desafios relacionados à produção e ao reconhecimento não só do seu próprio valor, mas também do valor das coisas ao seu redor.

Quíron em Gêmeos:

A comunicação é o desafio. Falar, ouvir e entender geram dúvidas e essas, por sua vez, doem muito para quem tem essa posição no Mapa.

Guardar opiniões, não falar, duvidar de si e não ser escutada geram desconforto, e aqui deve haver um investimento para a superação dessas questões.

Importante investir em conhecimento, se movimentar e abrir espaço para conhecer novas pessoas, trocar experiências com elas e aprimorar a comunicação.

Quíron em Câncer:

Quando localizado em Câncer, Quíron vai indicar que essa pessoa sofre com dores e mágoas relacionadas ao passado, ao relacionamento familiar e afetivo, e tudo aquilo que não foi bem resolvido.

De certa forma, é como se essa pessoa estivesse no presente, mas sempre ligada a algo que já aconteceu e que para ela é difícil superar.

Aqui o desafio está justamente em conseguir superar e aprender com essas situações, para que a pessoa possa se entregar aos relacionamentos com mais facilidade.

Quíron em Leão:

A ferida da autoestima é o desafio para quem tem Quíron em Leão.

Nesse caso, deve-se buscar recursos para trabalhar o ego e exercitar a criatividade, e também atividades que envolvam apresentações ou algum tipo de exposição.

Assim, a pessoa poderá se expor mais diante das outras e começar a adquirir mais autoestima.

Quíron em Virgem:

A dor de quem tem Quíron em Virgem envolve não só a dúvida quanto à sua capacidade de fazer seu trabalho bem-feito, como também a crítica que pode ser paralisante para ela mesma ou machucar quem é criticado por ela.

O que irá ajudar a aliviar essa dor é aprender a filtrar a crítica, extraindo dela o que há de produtivo e que pode ser aproveitado.

A organização da rotina também é sempre um alento para quem tem essa posição no Mapa.

Quíron em Libra:

As relações são o grande desafio de Quíron em Libra.

Ao mesmo tempo que são as causadoras das dores, são também elas as mestras que vão apontar as saídas para que a pessoa não sofra com seus problemas de relacionamento e possa então se unir a outra pessoa de maneira saudável.

O trabalho para aliviar a dor envolve tanto uma cura da forma como vive e lida com os relacionamentos, como também questões individuais da pessoa e a forma de olhar para o próximo.

Quíron em Escorpião:

Por ser um signo associado ao poder de regeneração, aqui suas propriedades estão potencializadas.

A pessoa que nasceu com Quíron nessa posição tem um “feeling” que a mantém alerta e também a habilidade de se curar e, com isso, se regenerar diante da dor.

O sofrimento é resultado das mágoas e dos ressentimentos guardados. As práticas terapêuticas são indicadas para quem tem Quíron em Escorpião.

Quíron em Sagitário:

O conhecimento é o caminho que alivia a dor. Foco e determinação são fundamentais para aliviar a ferida e tirar a pessoa da ignorância.

Expandir a consciência e os próprios horizontes particulares vão ajudar quem tem Quíron em Sagitário.

Quíron em Capricórnio:

As feridas de quem tem Quíron em Capricórnio são relacionadas ao sentimento de descontentamento com suas realizações profissionais.

A pessoa vive constantemente a sensação de que podia entregar e contribuir mais com seu trabalho.

O grande desafio é aprender a planejar, traçar metas e concretizá-las, aguardar e aceitar que algumas coisas necessitam de um tempo para acontecer.

Quíron em Aquário:

Com Quíron em Aquário, a grande ferida está nas questões humanitárias, nas dores do mundo e também no exercício da liberdade que pode ter sido tolhida em algum momento da vida.

Estar ao lado das pessoas importantes nos momentos difíceis, ajudar e ser ajudado, e colaborar com causas sociais são um caminho para aliviar a dor não só de quem tem o Quíron em Aquário, mas também daqueles que vão se beneficiar disso.

Estar perto de amigos, investir em programas sociais e na própria liberdade é um grande remédio para aliviar as feridas.

Quíron em Peixes:

Com Quíron em Peixes, o sofrimento é espiritual e advém de questões não concretas, emoções e sentimentos inomináveis e avassaladores.

É bom se recolher e entrar em contato com as dores para buscar dentro de si a transmutação.

A espiritualidade é a dor, mas também o caminho para a cura a partir daquilo que te conecta com um propósito universal.

Quíron no Mapa é uma bússola para identificarmos nossas principais dores e também indicar onde devemos investir para superá-las, viabilizando nossa autocura.

Saiba mais: Saúde – Indicativos de vitalidade no mapa astrológico

Destaques do Blog

Ver todos