“Descobri que existia a lua e o meu ascendente e tudo fez muito mais sentido porque existiam várias coisas que não se aplicavam ao meu signo solar e eu não entendia o porque e eu queria saber mais. Na Astrologia a gente tem um mergulho intenso na nossa alma através de conhecer como estava o céu no momento em que a gente nasceu. Eu adquiri o mapa astral da Cláudia e foi um divisor de águas na minha vida. Hoje eu digo que ela é a minha bússola, é meu guia. Tudo que eu faço eu me reporto a ele para saber como eu funciono, como são as minhas características, as minhas carências e os meus excessos, como eu lido melhor com cada um dos âmbitos da minha vida de acordo com as orientações que existem com a leitura do mapa astral.”

Já pensou em ter uma bússola, um guia mesmo que te ajude a lidar melhor com você e com as diferentes áreas da sua vida como aconteceu com a Paula?