Sagitário

Em nossa constituição astrológica há a presença energética de todos os signos. Por isso, quando falamos sobre iluminar a sombra, ou o signo oposto, estamos falando da possibilidade de fazermos uso da nossa própria luz para ativarmos energias que habitam o íntimo do nosso ser e que, até então, estavam em desuso pela falta de consciência da sua existência.

Sagitário – Além do alvo

Signo das longas jornadas que, com seu foco, tem a capacidade não apenas de guiar, mas de chegar ao destino, Sagitário é o arqueiro zodiacal. Metade humano, metade animal, a energia sagitariana transita nesta simbologia. A parte animal tem como alvo vencer os limites do corpo, fala sobre ir além usando-o como instrumento, sobre a capacidade que temos de dominar nossa materialidade e com ela chegar a diferentes pódios. Bons exemplos são esportistas e bailarinos, que quando utilizam esta energia de forma hábil, transformam o corpo numa forma de expressão de sua força e possibilidades infinitas. O alvo da parte humana está em vencer os limites da mente, fala sobre dominá-la através do amor ao conhecimento, sobre a capacidade que ela tem de progredir constantemente.

Como exemplo, temos filósofos e estudiosos em geral, que quando se apropriam adequadamente desta energia, a transformam em potencial criativo e de descoberta. Ambas as partes buscam por evolução, que, por sua vez, não tem exatamente um ponto final, porém chegadas e partidas são ocasionadoras de grandes aventuras. O fim nada mais é do que parte do trajeto e uma boa razão para buscar novos caminhos e vivências.

Fazendo uma analogia pitoresca, podemos dizer que este centauro tem a energia de um elefante que, para chegar ao seu destino, atravessa uma floresta inteira derrubando o que estiver à sua frente. Isto porque quando ele liga o modo foco, fica completamente cego para o mundo à sua volta.

Assista: O signo de Sagitário – Foco e determinação

Gêmeos – Movimento e dualidade

Signo do movimento, da troca e da adaptabilidade, Gêmeos tem em si a força da dualidade, que tudo tem a ver com o mundo em que vivemos, onde dia e noite se alternam assim como o fazem sentimentos e emoções. A energia geminiana parte do princípio de que não se pode ter tudo e de que as escolhas são parte fundamental da vida. Ela exalta a importância de uma boa comunicação e acredita na negociação como forma de se adaptar às condições do momento. Para isso, Gêmeos ouve todos os lados e assim nos ensina a levar um pouco do que somos para o outro e trazer um pouco do que é o outro para somar ao que somos. Este movimento de troca é uma constante para o inquieto Gêmeos que, como um macaquinho na floresta, está sempre pulando de galho em galho em busca de novas experiências, informações e conexões. Vive ativo na amplitude da superficialidade.

Assista: Signo de Gêmeos – Características

Gêmeos e Sagitário – Eixo da lei da evolução

Também conhecido como o eixo do aprendizado, já que o seu desenvolvimento se dá através do exercício de aprender. Este eixo valoriza a importância dos movimentos da vida, afinal, a evolução não se dá se ficarmos parados esperando que ela aconteça. E sendo ela a chave-mestra deste eixo, é nele que entendemos que vamos mudando ao longo da vida e que, consequentemente, vamos nos adaptando a estas mudanças.

Sagitário tem muito a aprender com a leveza da energia geminiana, a começar sobre a importância de olhar para o seu entorno. Como já foi dito, com sua flecha apontada para o alto, Sagitário tende a se concentrar tanto em seu foco, que esquece de olhar à sua volta e, assim, pode perder não apenas oportunidades, mas o simples prazer de viver o momento e celebrar o presente. Pequenas metas e conquistas também têm valor e devem ser enaltecidas.

Outras características de Gêmeos que podem ser úteis para Sagitário são maleabilidade e flexibilidade. Maleabilidade no trato, onde Sagitário tende a dar uma escorregada. Às vezes por não saber exatamente como se expressar sem parecer rude, outras por falar o que pensa sem trabalhar a emissão do que diz. E flexibilidade perante a vida, pois o focar sempre tão distante pode deixar o nativo deste signo tenso ao ponto de não se permitir curtir o trajeto. É aí que se encaixa à multiplicidade de Gêmeos. Tudo bem se dedicar a algo específico que demande mais energia, mas que tal, paralelamente a isso, se permitir outras ocupações, como a prática de um hobby, uma saída com os amigos ou um cineminha no fim de semana para desanuviar a mente e movimentar a energia?

O ideal é que o macaquinho de gêmeos suba na garupa do elefante de sagitário. Assim, quando o elefante for passar por cima de uma árvore, o macaquinho pode sugerir um desvio, afinal ele já explorou a floresta de cabo a rabo. Neste desvio, o elefante perceberá as vantagens de alterar a rota. Claro que não ao ponto de deixar que o macaquinho se distraia e esqueça do seu destino. Este exemplo lúdico serve para mostrar que a dupla chegará ao gol com grande potencial de iluminar a própria sombra.

Assista: Signo de Sagitário – Aventura e Expansão

A viagem final

A energia de Sagitário pode percorrer vales e montanhas e viajar pelos quatro cantos do mundo em busca de respostas para perguntas cada vez mais complexas. Todos estes lugares, paisagens e afins apontarão sempre para o mesmo alvo: a nossa maior viagem, que é a que fazemos para dentro de nós mesmos e onde as respostas de que precisamos estão prontas para ser desvendadas.