SOL: IMPULSO DE VIDA 

O Sol é um dos grandes responsáveis pela vida na Terra. É por causa da luz solar e do calor irradiados por ele que temos alimento, fertilidade e saúde. Na Astrologia, ele também é um personagem central em torno da qual giram os planetas. Ele tem a função de representar a consciência, sendo a força motriz responsável pela constituição da individualidade. Através do nosso Sol afirmamos: eu sou. 

Ele está associado ao signo de Leão, sendo seu regente. Enquanto a Lua é ligada à figura materna, de cuidado e afeto, o Sol representa a função paterna, ou seja, a lei e a ordem. Essa associação é semelhante à antiga analogia do Sol com a figura do herói, com a força e o poder de vencer. Ele é força, calor e energia que faz brotar a vida. Acionar a força solar significa entrar em cena, ser notado e reconhecido. 

A posição do Sol em nosso Mapa Natal indica onde nos sentimos fortes e confiantes quando em harmonia. Porém, quando há uma deficiência no mundo solar, podemos ter uma maior dificuldade de encarar o que somos e assumir as responsabilidades da vida. O Sol na Astrologia indica o que nos dá vontade de viver, a nossa autoestima, capacidade de comando e exercício da vontade. 

O MITO DO SOL 

Filho dos titãs Hiperíon e Teia e irmão de Eos e Selene (Aurora e Lua), Hélio foi morto afogado por seus tios. Enquanto procurava pelo corpo do filho, sua mãe adormeceu de cansaço e em sonho viu Helena dizer que ele agora estava no céu, ocupando o lugar do fogo sagrado, com o nome de Sol, representado como um jovem com a cabeça cercada de raios e cabelos dourados. É ele que percorre o céu numa carruagem de fogo conduzida por quatro cavalos assim que  Aurora lhe abre as portas do dia. Com a chegada da noite, ele se recolhe nas ondas, para descansar e recuperar as forças para o dia seguinte. É considerado o olho do mundo, aquele que tudo vê. Seu dia da semana é Domingo. 

O NOSSO EGO

Nosso signo solar, que é o que conhecemos popularmente como o signo do horóscopo, é aquele que carrega os traços mais básicos da nossa existência. Através dele tomamos consciência de quem somos, nossas singularidades e nosso valor perante ao mundo. Por isso o Sol é a grande estrela da nossa essência, cabendo aos demais planetas – uns com mais força, outros com menos – influenciar em outros aspectos do nosso ser. Sendo assim, podemos dizer que o Sol representa o nosso ego e junto com a Lua, o Ascendente e o Meio do Céu, representa um forte pilar na nossa personalidade. 

Com ele encontramos um grande desafio da vida. Devemos sim reconhecer nosso valor, acreditar em nós mesmos, na nossa força, apostar em nossa luz e criatividade. Porém, essa mesma luz não pode nos cegar em relação ao mundo. Não devemos deixar crescer em nós a superioridade, o orgulho e vaidades extremos. Esse é o equilíbrio que devemos encontrar em nosso Sol. 

A casa astrológica onde o Sol se encontra representa uma área da vida que tem muito valor para o indivíduo, onde ele consegue demonstrar com mais facilidade quem realmente é. Alguém que tenha o Sol na Casa 10, por exemplo, possivelmente dará muito valor a sua realização profissional, um dos principais temas abordados neste setor. Da mesma forma, o signo que rege a casa ocupada pelo Sol também complementa as características do signo solar de uma pessoa. Ainda usando o exemplo da Casa 10, que é regida por Capricórnio, é provável que o nativo com o Sol nesta casa apresente características desse signo, mesmo que seu signo solar seja outro. 

A análise de um Mapa Astral vai muito além do signo solar, porém entender a função do Sol na Astrologia e como ele se manifesta em nosso Mapa é o pontapé inicial para todo um estudo sobre nós mesmos. No site Claudia Lisboa você pode criar sua mandala astrológica de forma gratuita e então iniciar esse momento de descoberta e aprendizado. Não perca essa oportunidade.